Categorías
Todo sobre el embarazo

Limpeza de pele varre cravos, espinhas e impurezas

Cravos, espinhas e os famosos miliuns (bolinhas de sebo sob a pele) fazem você estremecer em frente ao espelho? Eles são resultados de impurezas produzidas pelas glândulas sebáceas e que a derme não conseguiu expelir.

Cravos, espinhas e os famosos miliuns (bolinhas de sebo sob a pele) fazem você estremecer em frente ao espelho? Eles são resultados de impurezas produzidas pelas glândulas sebáceas e que a derme não conseguiu expelir. Para conseguir se livrar deles, só com uma boa faxina no rosto, recuperando o brilho e a viscosidade.

Mas nem todo mundo precisa se submeter a essa varredura completa. «Muitos tipos de pele conseguem se limpar naturalmente. A exceção normalmente fica por conta da pele oleosa que, em geral, não se satisfaz apenas com tônicos e sabonetes», explica Mônica Fiszbaum, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A frequência da operação limpeza também depende dos tipos de pele.

Quem tem espinhas, precisa do tratamento uma vez por mês. Se sua pele é muito oleosa, a visita pode ser trimestral desde que os cuidados domésticos façam parte do seu dia-a-dia. Peles normais pedem limpezas com o mesmo intervalo ou até com um espaço maior. Para isso, basta manter em casa um kit com alguns produtos que ajudem a manter a aparência higienizada: um bom tônico, loção demaquilante (no caso das mulheres), creme ou gel de hidratação e, para os mais empenhados, alguma fórmula esfoliante.

Na clínica ou em casa, atenção

Se você fizer a limpeza de pele em casa, a remoção
das impurezas faciais exige cuidados redobrados. Uma apertadinha a mais
pode até provocar cicatrizes no rosto. «Recomendo espremer apenas lesões
superficiais, fáceis de se retirar» , aconselha Mônica.

O ideal é
lavar o rosto embaixo de água bem quente, de preferência no chuveiro,
para o vapor ajudar a abrir os poros. Depois, molhe um algodão com água
aquecida e deixe repousar por um tempo sobre o cravo ou a espinha.
Aperte com os dedos ao redor dos pontinhos fazendo pressão para baixo.
Se estiver difícil para sair, não insista.

Já na esteticista, a
limpeza de pele dura entre 50 e 60 minutos e pode ter até oito passos.
Confira a seguir o que acontece em cada um deles.

1.
Higienização

É a primeira fase da limpeza de pele, feita com loções e
demaquilantes para retirar impurezas superficiais ou maquiagem. São
usados produtos na forma de musse, emulsão, creme ou gel.

2. Esfoliação

Realizada com cosméticos cheios de
grânulos, remove as células mortas e afina a parte mais superficial da
pele

3.
Desincrustação

Alguns dermatologistas fazem uma máscara para
amolecer a camada superficial da pele e favorecer a retirada de cravos,
espinhas e miliuns.

4. Vapor

O rosto fica
sob vapores de ozônio para abrir os poros. O gás também tem efeito
bactericida e ajuda a preparar a região para as extrações.

5.
Extração

É a caça ao inimigo. Pode ser feita manualmente ou com um
aparelho de sucção, sem a necessidade de espremer com as mãos. Os cravos
brancos e miliuns são retirados com uma microagulha esterilizada, por
serem mais profundos.

6. Máscara calmante

Por
10 minutos, o rosto recebe uma máscara que irá recuperá-lo de tantas
apertadinhas. Existem produtos específicos pada tipo de pele, hidratando
ou controlando a oleosidade.

7. Aparelho de LED

Esse
estágio só aparece em procedimentos mais agressivos. O aparelho tem
propriedades cicatrizante e antiinflamatória, deixando o rosto bem menos
marcado e sem a vermelhidão característica de uma limpeza mais
rigorosa.

8. Máscara final

Feita à base de cremes ou,
nas peles oleosas, com gel. Há muitas variações, escolhidas de acordo
com a necessidade da pele após o tratamento. Há a hidratante, a
clareadora de manchas ou sardas, a calmante, a purificante e a que
oxigena boa para peles sem vitalidade. «O paciente vai para casa com a
máscara e deve permanecer com ela durante três horas. Depois disso, é só
lavar o rosto com água» , explica a dermatologista.

Antes de entrar na faxina

A dermatologista Mônica Fiszbaum conta que
algumas dúvidas já se tornaram cativas no consultório e continuam em
pauta entre homens e mulheres que procuram orientação profissional antes
de entregar o rosto para ser renovado. A seguir, ela responde todas
elas para você.

Todo mundo deve fazer limpeza de pele?

Não. Pacientes com a pele cheia de espinhas amareladas devem evitar o procedimento. Nessa situação, a infecção pode se disseminar e o tratamento, em vez de ajudar, vai comprometer a saúde cutânea. Nessas situações, o melhor é fazer um tratamento com o dermatologista, esperar as espinhas sumirem e, aí sim, incluir a limpeza na rotina.

Posso fazer limpeza quado estiver bronzeada?

Não é recomendado. Após a
exposição prolongada ao sol, a melanina (substância responsável pelo
escurecimento da pele) está em plena atividade. Portanto, o contato com
alguma substância mais agressiva pode provocar o aparecimento de manchas
que vão ficar ainda mais evidentes quando o bronzeado sumir.

Saiba mais:
Tire o melhor proveito do seu hidratante

Depois de fazer a limpeza, é permitido tomar sol?

Nem pense nisso. Saindo da clínica, fique 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplique filtro solar com fator 15, no mínimo. Cosméticos que tenham ácidos na composição também estão proibidos nesse período a pele está sensível demais e eles prodem causar manchas. A mesma recomendação vale para o cremes oleosos, que podem entupir os poros.

Grávidas podem fazer limpeza de pele?

A não ser que a futura mamãe já tenha o hábito incluído no cotidiano, melhor evitar. Mas explicação para isso tem fundo emocional: os médicos preferem proteger a paciente de qualquer tratamento que possa causar dores ou estresse.

Cravos: é possível prevenir!

Evitar os pontinhos pretos que insistem em
marcar seu rosto é praticamente impossível, afinal não dá para frear a
oleosidade natural da pele e, menos ainda, encapar o rosto e protegê-lo
da poluição os dois fatores que desencadeiam o surgimentos dos cravos.

Mas
não é por isso que você precisa passar o tempo todo com o rosto
pintado. Alguns cuidados caseiros são suficientes para remover os pontos
ainda que, a longo prazo, não substituam uma limpeza de pele.

Tônicos
e produtos adstringentes oferecem ótimos resultados, assim como
sabonetes de ação profunda. Só tome cuidado para não usar produtos
inadequados para o seu tipo de pele. Eles podem ressecar demais o rosto,
levando o organismo a produzir ainda mais sebo e, conseqüentemente,
favorecendo o aparecimento dos cravos e até de espinhas. No
caso das mulheres, dormir maquiada também é fatal: os cosméticos entopem
os poros, e o rosto rapidamente enche-se de pontos pretos.

TAGs:
limpeza de pele

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *