Categorías
Todo sobre el embarazo

Hidratação para cabelos: o que é, como fazer e benefícios

O que é hidratação capilar A hidratação capilar é um tratamento estético em que máscaras de hidratantes são aplicadas nos cabelos para a reposição de água nos fios, necessária para continuarem resistentes, maleáveis e brilhantes.

O que é hidratação capilar

A hidratação capilar é um tratamento estético em que máscaras de hidratantes são aplicadas nos cabelos para a reposição de água nos fios, necessária para continuarem resistentes, maleáveis e brilhantes. Muitas vezes esses elementos da estrutura do cabelo se perdem com os danos diários ou mesmo com procedimentos químicos.

Saiba mais:
Hidratação com maisena: como fazer em casa e benefícios

«O uso constante de secador e chapinha, assim como alisamentos e colorações, podem ressecar e comprometer a saúde dos fios», sinaliza Bruna Duque Estrada, coordenadora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Saiba mais:
Reconstrução capilar: o que é, como fazer em casa e indicações
Foto: shutterstock/goffkein.pro
Foto: shutterstock/goffkein.pro

Dessa forma, as máscaras de hidratação capilar restauram a umidade das mechas e os deixa com aspecto mais saudável.

Indicações da hidratação capilar

A hidratação é indicada para cabelos ressecados, que podem ser muito longos e desgastados pelo sol, vento ou água em excesso; cabelos crespos, cabelos quimicamente tratados (tintura ou alisamentos) e cabelos de pessoas mais idosas. Outra indicação importante é para cabelos naturalmente secos ou ressecados pelo uso de secadores e pranchas.

Mesmo pessoas com cabelos oleosos podem fazer o tratamentos, uma vez que é muito frequente vermos pessoas com a raiz oleosa e os fios secos e danificados, até porque, alguns tipos de fio não conseguem drenar a oleosidade natural e precisam de hidratação externa, no seu comprimento e pontas. É muito mais fácil para essa oleosidade se espalhar em fios lisos. Nesses casos, as máscaras e óleos de tratamentos devem ser aplicados apenas no comprimento dos fios, deixando a raiz livre.

Saiba mais:
Dê uma chance para as ampolas de hidratação rápida para cabelos

É muito mais fácil para essa oleosidade se espalhar em fios lisos. Nesses casos, as máscaras e óleos de tratamentos devem ser aplicados apenas no comprimento dos fios, deixando a raiz livre. «Por ter mais sebo, a região não precisa de nutrientes nesse caso. A máscara de hidratação capilar deve ser aplicada apenas da altura das orelhas para baixo», explica Bruna Duque Estrada.

No caso de cabelos quimicamente tratados, a hidratação é importante, pois a cutícula fica extremamente danificada e o fio fica poroso. O formol, por exemplo, dificulta a hidratação dos fios e dá uma falsa sensação de brilho, quando por baixo dele está um fio estragado. Hidratar os fios é uma forma de compensar, mesmo que parcialmente, os danos causados por esses processos.

Como hidratar o cabelo

A hidratação é feita de forma bem simples, aplicando produtos específicos (máscaras com propriedades nutritivas) nos fios molhados e deixando-os um tempo para serem absorvidos pelo cabelo, em geral 10 a 20 minutos.

Para ser considerada uma hidratação, os produtos não podem ter queratina, aminoácidos ou produtos químicos como formaldeídos. Nesse caso, eles se tornam tratamentos diferentes, com poder de reconstrução e não de hidratação

Saiba mais:
Queratina líquida: para que serve e como usar

Em geral, uma hidratação pode conter os seguintes ativos:

Saiba mais:
Reconstrução capilar: passo a passo de como fazer
  • Ceramidas: proteína altamente hidratante que ajuda a selar as cutículas do fio, proporcionando mais resistência
  • Glicerina: é uma substância higroscópica, isto é, ela retém água na superfície dos fios, melhorando sua hidratação
  • Óleos vegetais: extraídos de frutas ou sementes como uva, abacate ou amêndoas, torna os fios mais macios e brilhantes
  • Óleo de argan: tem ação hidratante e previne a perda de água dos fios
  • D-pantenol (pró-vitamina B5): possui propriedades umectantes e melhora a qualidade dos fios
  • Derivados de silicone, como dimeticone, que fazem uma película protetora sobre os fios.

Além disso, existem alimentos que podem ajudar a hidratar o cabelo, sabia? Confira quais são eles em Hidratação caseira dos cabelos: use 12 alimentos do dia a dia.

Pode fazer hidratação em casa?

Sim, a hidratação pode ser feita em casa, comprando produtos específicos para esse tipo de tratamento. Para ter um melhor resultado, vale a pena pedir a indicação de produtos para um cabeleireiro de confiança, e seguir sempre as instruções do rótulo.

É importante verificar na embalagem a presença de compostos como queratina, aminoácidos ou produtos químicos como formaldeídos, que descaracterizam esse tipo de tratamento. O ideal é que produtos com essas formulações sejam aplicados por um profissional, já que na quantidade errada, eles podem danificar mais ainda os fios.

Saiba mais:
Hidratação com maisena: como fazer em casa e benefícios

Hidratação dos cabelos: consiga máximos resultados

Você pode também misturar em casa bepantol líquido com o frasco do seu shampoo, condicionador ou máscara preferidos. O produto, por ser rico em dexpantenol (vitamina B5), é um ótimo hidratante e tem propriedades regeneradoras, e vai deixar os fios mais macios e hidratados. Está em busca de mais dicas para potencializar a maciez do cabelo? Saiba tudo em Nove truques turbinam a hidratação dos cabelos em casa.

Hidratação dos cabelos: consiga máximos resultados

Sessões

O cabelo sempre estará propenso a agressões, por isso é interessante que a hidratação seja feita em sessões, já que isso trará cada vez mais benefícios aos fios. A periodicidade dependerá da intensidade da agressão que os fios sofrerem, mas podem variar de sessões semanais ou quinzenais. No geral, é semanal em cabelos com química (alisamento ou tintura) e quinzenal em cabelos naturais.

Saiba mais:
Hidratar o cabelo com abacate: dermatologista indica receita

Em qual momento do banho a hidratação deve ser feita?

De acordo com Fabiane Mulinari Brenner, assessora do Departamento de Cabelos e Unhas de Sociedade Brasileira de Dermatologia, o ideal é que a hidratação seja feita logo após a lavagem simples com xampu, já que o produto abre a cutícula dos fios. «Com isso, os ativos conseguem penetrar e agir com mais facilidade», aponta.

Na sequência, entra em campo a máscara, que leva os ativos hidratantes para dentro do fio. Para finalizar, o condicionador, rico em silicones, fecha as cutículas e sela todo o tratamento. Não se esqueça de enxaguar bem todos os produtos para o cabelo não ficar com aspecto pesado!

Saiba mais:
Cabelos cacheados: penteados, cortes e hidratação

Antes e depois da hidratação

Os resultados esperados da hidratação são fios mais resistentes, brilhantes, sedosos maleáveis e com aparência mais saudável.

Alie a hidratação com…

Lavagem com água morna ou fria A água quente danifica os fios, tirando suas gorduras e os tornando ressecados. Portanto, contrariam todo o efeito buscado com a hidratação.

Secador na temperatura certa Usar o secador muito quente é outro hábito que danifica os fios. O ideal é usá-lo com jatos frios e a 30 centímetros da cabeça.

Saiba mais:
Aposte nos cortes repicados e dê um tempo na escova

Cauterização capilar A cauterização agrega queratina aos fios, o que é importante quando a proteína dos cabelos também é danificada em processos químicos, como a escova progressiva ou o tingimento dos fios. Ou seja, as duas são tratamentos complementares, e inclusive podem ser aliadas na selagem capilar.

Máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução: entenda as diferenças

Os hidratantes contêm ativos que repõem a umidade e água dos fios, aumentando sua maciez. As máscaras de nutrição, por sua vez, são focadas em devolver lipídios (gordura) e, entre outros benefícios, eliminar as pontas duplas.

«Já as reconstrutoras possuem proteínas que agregam volume aos cabelos já danificados pelo tempo ou tratamentos químicos», completa Fabiane Mulinari Brenner.

Saiba mais:
Seu cabelo pede uma hidratação ou uma cauterização?

Fontes

Médica dermatologista Aline Donati (CRM-SP 100.647), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Médica dermatologista Carla Albuquerque (CRM-SP 95.007), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Cabeleireiro Aloísio Filho, especialista em texturas e educador artístico de Matrix

Bruna Duque Estrada, coordenadora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Fabiane Mulinari Brenner, assessora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *